fbpx

Assim como os investidores institucionais reconheceram rapidamente os benefícios das soluções de negociação automatizada, os investidores de criptomoedas serão os principais beneficiários da introdução desses serviços no ecossistema blockchain.

O mercado de criptomoedas tem sido um dos mais emocionantes de assistir. Considerando que seus retornos e volatilidade diária que podem causar pânico mesmo nos traders mais experientes, pode bater mercados financeiros estabelecidos. Seu rápido e crescente público de investidores, viu as ICOs e criptomoedas ultrapassarem os ganhos em classes de ativos mais tradicionais, conquistando um segmento de culto e adoração dos usuários. Embora alguns não-crentes estejam ansiosos para rotular o bitcoin e seus contemporâneos como fraudes, ou encaixá-los em uma definição de uma bolha terminal, o incrível impulso da indústria acompanhado pelo grande número de indivíduos que se reúnem para abrir carteiras eletrônicas e contas de corretoras online é impressionante.

Apesar do tremendo crescimento observado no espaço, a área que muitos desses novos traders lutam é contra as suas emoções. Como uma das forças primárias que pode fazer a maioria dos indivíduos perderem dinheiro por não agir com calma e lógica, a psicologia desempenha um papel crucial nos ambientes modernos de investimento, especialmente durante o processo de tomada de decisão. Seja como for, nossa própria psicologia é a nossa maior restrição na equação, forçando erros e decisões ruins, muitas vezes em detrimento de estratégias mais efetivas. No entanto, os desenvolvimentos baseados em blockchain e o poder de processamento distribuído significam que ferramentas tradicionalmente indisponíveis para resistir a esse paradigma estão lentamente começando entrar no mainstream.

Emoção tem que estar distante da equação de investimentos

Simplificando, os seres humanos não são tão disciplinados quanto as máquinas quando se trata de tomada de decisão. Muitas de nossas decisões são o resultado de preconceitos e emoções pessoais, com nossa predisposição para a racionalização preenchendo os espaços em branco e desqualificando nossa objetividade. No caso de dissonância cognitiva, os resultados são dramaticamente piores, especialmente quando combinados com o investimento. Essa é uma das razões pelas quais as estratégias de negociação automatizada aumentaram tão rapidamente nos últimos tempos. As emoções são um fator limitante para os seres humanos que as máquinas não enfrentam.

As tecnologias de negociação automatizadas são categoricamente projetadas para remover todo pensamento e adivinhação intuitiva da equação, arremessando o risco calculado para os seus elementos mais simples. A melhor maneira de pensar sobre isso é a tomada de decisão binária inerente às funções 0 e 1. Para máquinas sem emoção, as funções pré-programadas evitam as emoções nas decisões de negociação, levando a um melhor controle de risco-recompensa se projetado corretamente com condições de entrada e saída predeterminadas para as negociações. Se algo não funcionar, ele pode ser reprogramado e aperfeiçoado. Por outro lado, a reprogramação de seres humanos não é algo fácil de se fazer.

Um tesouro de dados abundante

As instituições financeiras e os fundos de investimentos têm estado na vanguarda das novas tecnologias, especialmente a inteligência artificial, implantando-as para obter uma vantagem qualitativa e quantitativa de seus investimentos quando se trata de fazer market-making, hedging e gerar retornos. Considerando a imensa quantidade de dados criados pelos mercados financeiros globais diariamente, a tecnologia tem sido uma ferramenta para ajudar essas empresas a examinar o enorme volume de informações afim de obter informações valiosas. Além disso, as redes de comunicação eletrônica (ECNs) abriram a porta para a proliferação de estratégias de negociação automatizadas (caixa preta) que se beneficiaram de uma execução mais rápida.

Isso eventualmente resultou na explosão do trading de alta frequência, pelo qual algoritmos complexos fazem decisões de compra ou venda instantâneas com base em regras predefinidas em estratégias setadas pelos programadores. Como eles são facilmente capazes de decifrar as informações mais rapidamente do que o cérebro humano e assim acelerar o processo de tomada de decisão, eles têm sido sistemas muito bem sucedidos para as entidades que exploraram plenamente o potencial deles. Com efeito, esse advento criou um mercado de duas camadas e uma enorme assimetria, colocando maior distância entre investidores de varejo e seus pares mais sofisticados. No entanto, graças à blockchain e ao seu maior foco em compartilhar dados de forma transparente, está tudo radicalmente mudando.

Nivelando o campo de jogo

Um dos melhores atributos das criptomoedas baseadas em blockchains é o nível de transparência incomparável que elas fornecem a todos os participantes do mercado, uma característica que mesmo as mais avançadas iniciativas centralizadas de hoje não podem corresponder. Para as criptomoedas, um mercado que ainda está largamente desocupado por forças institucionais, graças à sua natureza descentralizada e à sua supervisão regulatória desigual, este é o lugar perfeito para a introdução mais ampla gama de estratégias que empregam machine learning e inteligência artificial. Para os traders, o benefício é óbvio e imediato. Em vez de confiar exclusivamente nas próprias emoções para tomar decisões de investimento, agora estão disponíveis ferramentas que distribuem os poderosos atributos da Inteligência Artificial para traders de todos os mercados e estilos.

Uma dessas empresas que trabalha para trazer esses tipos de soluções aos investidores é a Signals, uma startup dedicando seus esforços para agregar formas de informação em uma única plataforma que é simples o suficiente para indivíduos sem conhecimento em programação, IA ou machine learning. Ao combinar a internet para obter informações sobre o sentimento ou permitir que os traders criem seus próprios sistemas mecanizados para tomar decisões, a Signals aproveita o poder das blockchains para informar os usuários sobre possíveis oportunidades e ajudá-los a superar as crenças arraigadas características da tomada de decisões humana. Ao implantar o poder de processamento distribuído da cadeia de blocos, a Signals efetivamente entrega capacidades de processamento de supercomputadores aos seus usuários, permitindo a interpretação de grandes conjuntos de dados.

“Com o advento da poderosa tecnologia computacional, o setor financeiro e a indústria de trading foram transformados através da substituição de transações tradicionais de leilões para computadores no início dos anos 70, com sistemas de negociação algorítmica. As máquinas levam as emoções fora do comércio e tornam-no um jogo de números puro, cortando o ruído dos sinais comerciais e processando enormes conjuntos de dados que um humano normal nunca poderia interpretar.”, diz o white paper da empresa.

Além disso, ao incorporar técnicas de machine learning, estratégias acionáveis ​​podem ser descobertas graças à identificação de padrões ao lado da análise de múltiplas variáveis ​​simultaneamente. Usuários com estratégias vencedoras podem até monetizar suas estratégias de sucesso graças ao ecossistema tokenizado incorporado na plataforma.

Outro exemplo interessante da interseção da AI e do crypto investing vem da Daneel Assistant Company, que implementa o IBM Watson para ajudar os investidores a tomar decisões mais precisas através da inteligência de dados. Conhecido pela sua proeza relacionada à interpretação de linguagem e emoções, o Watson já foi aplicado em múltiplos campos, tornando-se um ajuste natural para o mercado de criptomoedas. Além de combinar dados da web para produzir insights, a Daneel fornece uma ferramenta de processamento de linguagem natural que permite que os investidores formulem consultas que são respondidas normalmente com uma resposta aplicável do sistema. A maneira mais fácil de entender essa solução é pensar que ela é um assistente pessoal que faz toda a pesquisa e trabalho para lhe aconselhar sobre possíveis estratégias de negociação, obtendo idéias sobre o sentimento, a emoção, os dados e a linguagem.

Adaptando e evoluindo em conjunto

O machine learning e a inteligência artificial têm uma evolução natural ao negociar criptomodas, considerando as implicações de sua arquitetura descentralizada, infraestrutura descentralizada e as numerosas fontes de dados ao redor do mundo. Assim como os investidores institucionais reconheceram rapidamente os benefícios das soluções da negociação automatizada, os investidores em criptomoedas serão os principais beneficiários da introdução desses serviços no ecossistema da blockchain. Ao nivelar o campo de jogo através da IA e técnicas de machine learning, a aplicação dessas tecnologias através de novos serviços financeiros capacita todos os investidores a superar o fator mais significativo que limita seus retornos de investimento: eles próprios.

AdBit.biz

Deixe seu comentário: